Quem somos?

Minha foto
Somos um Ministério de Evangelização de Crianças da Diocese de São José dos Campos desde 1999. Utilizamos como recurso de evangelização o teatro. Também organizamos formações para evangelizadores e catequistas. Estamos sempre a disposição! Precisando é só mandar um mail para cantinhodanjos@gmail.com Vamos levar nossas crianças para Jesus!!

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Evangelho de Mateus, 18, 15-20

Missa de 10 de setembro de 2017

23º DOMINGO DO TEMPO COMUM “O AMOR É O CUMPRIMENTO PERFEITO DA LEI” MÊS DA BÍBLIA

Leituras
Primeira Leitura Ez, 33, 7-9
Salmo 94
Segunda Leitura  Rm, 13, 8-10
Evangelho Mt 18, 15-20

Mensagem Principal
 Irmãos e irmãs, eis que aqui chegamos e, reunidos, vamos celebrar o Dia do Senhor. O Senhor que prometeu que estaria presente onde dois ou mais estivessem reunidos em seu nome, está aqui agora, no meio de nós. Vamos bendizer o Senhor, reconhecê-lo presente em nossa assembleia santa e , com Ele, glorificar ao Pai, na força do Espírito nesta Eucaristia, renovemos em nós o desejo de realizar a vontade do Senhor, vivendo o mandamento do amor ao próximo. Folheto Povo de Deus

Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:

Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!


1- Necessidade da correcção fraterna.
O pecado nunca é um facto isolado pois nenhum homem é uma ilha. Cada um é parte dum continente. Quando uma ave poisa num ramo é perturbado o equilíbrio de toda a planta. Quando uma pedra cai no lago comunica o movimento a toda a água.
2- Como corrigir.
A) Com serenidade para não aumentar o mal; a sós; na intimidade e num relacionamento pessoal. Conta-se que um dia Platão teve que corrigir um aluno impertinente. Sentando-se, pediu ajuda a um amigo dizendo: Eu não posso corrigi-lo agora porque não me encontro suficientemente calmo.
B) Em espírito de comunhão e oração. É por isso que Jesus, no Evangelho deste Domingo, conclui que onde dois ou três se reunirem em seu nome, estaria no meio deles. Isto porque a comunidade reune-se para fazer oração mas afinal é a oração que constrói a comunidade.
Um dia, uma mãe lamentava-se ao pároco que o seu filho, em crise espiritual, andava transviado pelas más companhias. Dizia com tristeza:
– Eu falo muitas vezes de Deus ao meu filho mas não serve de nada.
Então o santo pároco, consolando-a respondeu:
– Coragem! Se quer obter melhores resultados, mais do que falar de Deus ao seu filho, fale do seu filho a Deus.
E assim fez.. Quanto mais rezava mais calma e compreensiva ficava de modo que o seu filho, assim acolhido, não precisou mais de procurar satisfações longe de casa e corrigiu-se. E a mãe chegou à conclusão que para corrigir é preciso corrigir-se.
Pe. José David Quintal Vieira, scj
davidvieira@netmadeira.com
Fonte: http://www.dehonianos.org
Ideia de roteiro para teatro

PA passa na rua da casa do PB e lê uma placa exposta na barraquinha que havia montado na garagem: "Correção Fraterna + oração grátis

PA: PB, que você tá fazendo ai? que barraquinha maluca é esta?

PB: Ai, ai, precisa mesmo de muita paciência para fazer isso... você é meu melhor amigo, pensei que ia ler e já entender... aliás não só entender, preciso que me ajude, porque no evangelho fala "onde 2 ou mais estiverem reunidos em meu nome..."

PA: Vixe... não estou entendendo nadinha de nada!

PB: (...respira fundo) - PA o evangelho de hoje nos pede para corrigir fraternalmente nossos irmãos, fraternalmente quer dizer com o mesmo amor do coração de Jesus, não podemos nos omitir, deixar de fazer isso...não podemos! Fala também que quem reza junto é atendido... então, montei esta barraquinha e preciso de ajuda !

PA: PB, você precisa de ajuda mesmo!

PB: Preciso, que bom que entendeu... senão eu já ia ter que te corrigir fraternalmente! Venha, venha... logo isso aqui vai lotar... afinal, esse povo faz tanta, tanta coisa errada... vem eu trouxe até um lanchinho pra gente... não sei até que horas ficaremos!

PA: PB, quando disse que precisava de ajuda, quis dizer que precisa de ajuda para entender que tá errado... esta barraca ai de "correção fraterna grátis" tá errada!

PB: Errada? Já sei, acha que devemos cobrar? Mas, eu deixei grátis para ganhar experiência, somos crianças ainda... um dia quem sabe..

PA: Não, não... nada disso! A ideia não é essa!

PB: Não? Como não? É claro que é... ai, ai... olha deste jeito vamos acabar brigando não vai ser nada fraternal!

PA: Não, não amigo... não quero brigar... de jeito nenhum, você pode me ouvir? Tenho certeza que juntos vamos encontrar o melhor caminho!

PB: Tá bem...vou te escutar... li também que precisamos escutar o irmão! ai, ai....

PA: Obrigada, amigo! Você acertou que a correção fraterna é a correção com o amor de Jesus, como se ele mesmo fizesse... com muito amor!

PB: Sim, eu pensei até em depois que a gente falasse o que tava errado, dar um abraço... o que acha?

PA: Acho ótimo abraçar depois de conversar, mas não pode ser aqui na barraca!

PB: PA, você tem vergonha? Não fique!!  Não podemos ter vergonha de seguir Jesus!

PA: Não, não...não tenho vergonha... eu só acho que Jesus não faria assim numa barraca no meio da rua!

PB: Ah mas eu não tenho outro lugar, achei aqui mais prático e também aqui todo mundo vê que tem, é uma boa propaganda...

PA: PB, corrigir com amor, como Jesus fez e faz, tem que ser em particular... com todo jeitinho... se precisar ser em público que seja discreto sem alarde, a correção fraterna só interessa àquela pessoa... ela precisa sentir o abraço de Jesus!

PB: Mas eu já disse que vou abraçar! Num vai ser muito demorado, como acho que é o de Jesus... porque acho que virão muitas pessoas, entende!

PA: Entendo...e você já pensou que aqui na rua, um vai ficar escutando a coisa errada que o outro fez quando você falar?

PB: Sim, mas ai é bom que não fazem errado, escuta, vê que tá errado e nem faz!

PA: E como você vai conversar com as pessoas, como vai saber o que tem que corrigir?

PB: Simples, vou todo dia perguntar para as Sras fofoqueiras da rua, elas me contarão sem problemas, já fiz o teste. Ai conforme as pessoas passarem vou chamando... entendeu?

PA: Amigo, isso não está certo. Isso é fofoca!

PB: Não, eu não farei fofoca não ficarei amigo delas, só vou pegar informação!

PA: Mas PB, correção fraterna não é isso!

PB: Aaaah (nervoso) o que é então?

PA: Calma. Estou querendo te ajudar, não fique bravo comigo!

PB: Tá! Explica ai então!

PA: Jesus nos pede, quando necessário, corrija o irmão fraternalmente. Como você disse, com amor!

PB: Sim, é o que eu pretendo fazer se você deixar!

PA: Calma, não acabei!

PB: Continua então...

PA: Precisamos corrigir aquilo que vimos e não fofocas! Precisamos ver com os olhos do coração!

PB: Olhos do coração?

PA: Sim, ai que é a fraternidade... mostrar com todo amor aonde a pessoa pode corrigir aquilo que fez de errado, se arrepender e mudar para o caminho bom! Isso, se faz na intimidade, nada de exposição chamando na rua... ficarão envergonhadas não acha?PB: É, pensando bem, sim...

PA: Eu ficaria... isso se faz chegando pertinho, perguntando se pode conversar, se a pessoa quer te ouvir...é preciso escolher o melhor momento... mas sem esquecer... é preciso ter a conversa no melhor momento!

PB: Entendi... é verdade, estes dias, fiz uma grande birra...tava bem nervoso, minha mãe, disse que iriamos conversar depois que eu me acalmasse... senti que ela tava brava... mas esperou... conversamos e me corrigiu... com muito amor! me falou que eu estava errado, onde podia melhorar... e oh...3 dias já que não faço birra!... ops...2... eu acho.

PA: Sim, este é um ótimo exemplo...

PB: Poxa... deu tanto trabalho fazer minha barraca!

PA: Eu te ajudo a desmontar, amigo! onde 2 ou mais estiverem reunidos ali eu estarei!

PB: É Jesus disse isso!

PA: Sim, eu vou te ajudar... hoje aprendemos juntos uma boa lição, não é!

PB: É sim, eu estava fazendo uma confusão... e você com toda paciência e amor me ajudou a entender que não era isso...

PA: Para isso Deus nos fez amigos!

PB: É verdade! Obrigada! Vamos comer nosso lanchinho? Já que estamos aqui né!

PA: Vamos sim!
Sugestão de Música


Quero ser bom

Cantinho da Criança


Quero ser bom, tão bom como é Jesus! (2x)

Eu quero ser bom e saber perdoar,
e a cada novo dia eu não quero mais brigar.
E na minha casa, com quem eu encontrar
eu serei feliz, vivendo a vida com amor.
É porque no Céu não entra o mal.
Só a bondade que há no seu coração.
E lá não existe tristeza e dor, só alegria e amor pra valer.
Ah, eu quero ter, eu quero pra valer,
ter um coração tão bom como é o de Jesus.
Pra isso, eu vou rezar e vou me esforçar
e, a cada novo dia, mais legal eu vou ficar.


Ideia para trabalhar esse Evangelho

Uma das melhores formas de fazer uma correção fraterna é pensar: como Jesus faria isso?

Como ele falaria?

Em que momento?

Reuna as crianças e instigue que contem fatos que os amiguinhos fizeram e precisariam de uma correção fraterna, explique que não falaremos nomes, afinal, Jesus conhece a todos... saberá de quem estamos falando. Escreva em um quadro ou em papeis que todos possam ler.

Depois, um exame de consciência faça o mesmo, porém, agora cada um fala de si...se achar que terão dificuldades, peça que escrevam ou desenhem, secretamente. Se isso ocorrer, aponte a dificuldade de falar dos próprios erros e a facilidade em falar dos erros dos outros.

Terminando estas etapas, conduza com eles abordando para cada situação o que Jesus faria... como seria uma correção fraterna.

Lembre-se:

Antes de tudo: Ore ao Espirito Santo, que Ele seja o condutor.

Correção fraterna não aponta erros, não julga, só ama e mostra caminhos de mudança de vida, mudanças que implicarão na mudança de atitude para seguir Jesus e seu caminho.

E sempre pergunte, como acham que Jesus faria neste caso? como conversaria com esta pessoa?

Qual seria o melhor momento?


Oração

Que o meu coração esteja semprea aberto a ouvir a correção do meu irmão e corajoso, para corrgir também. Esta fonte vem de Deus! Amém.

domingo, 20 de agosto de 2017

Evangelho de Mateus 16,21-27

Missa de 03 de Setembro de 2017

Resultado de imagem para Evangelho de Mateus 16,21-2722º DOMINGO DO TEMPO COMUM
"Quem procura Jesus sem a cruz
Encontra a Cruz sem Jesus".

Leituras
Primeira Leitura Jr 20,7-9
Salmo 62 / 63
Segunda Leitura Rm 12,1-2
Evangelho Mt 16,21-27

Mensagem Principal

Hoje, dia do Senhor, nós, seus discípulos e discípulas nos reunimos ao redor do santo altar para bendizer ao Pai, por Jesus, na força do Espírito Santo. No desejo de sermos fiéis a Cristo, colocaremos no altar do Senhor as nossas cruzes de cada dia, sobretudo aquelas que carregamos por causa do Evangelho. Queremos acompanhar o Senhor que caminha conosco, mesmo sabendo que dar testemunho de Jesus não é tarefa fácil no mundo de hoje. Que o Senhor una à oferta de sua vida, o nosso sacrifício de nos tornarmos, com Ele, oferta de amor.
Fonte: Folheto Povo de Deus

Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:

Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!

MENSAGEM

O nosso texto pode, claramente, dividir-se em duas partes. Na primeira (vers. 21-23), Jesus anuncia aos discípulos a sua paixão; na segunda (vers. 24-28), Jesus apresenta uma instrução sobre o significado e as exigências de ser seu discípulo.
A primeira parte começa com o anúncio de Jesus de que o caminho para a ressurreição passa pelo sofrimento e pela morte na cruz. Não é uma previsão arriscada: depois do confronto de Jesus com os líderes judeus e depois que estes rejeitaram de forma absoluta a proposta do Reino, é evidente que o judaísmo medita a eliminação física de Jesus. Jesus tem consciência disso; no entanto, não se demite do projeto do Reino e anuncia que pretende continuar a apresentar, até ao fim, os planos do Pai.
Pedro não está de acordo com este final e opõe-se, decididamente, a que Jesus caminhe em direção ao seu destino de cruz. A oposição de Pedro (e dos discípulos, pois Pedro continua a ser o porta-voz da comunidade) significa que a sua compreensão do mistério de Jesus ainda é muito imperfeita. Para ele, a missão do “Messias, Filho de Deus” é uma missão gloriosa e vencedora; e, na lógica de Pedro – que é a lógica do mundo – a vitória não pode estar na cruz e no dom da vida.
Jesus dirige-Se a Pedro com alguma dureza, pois é preciso que os discípulos corrijam a sua perspetiva de Jesus e do plano do Pai que Ele vem realizar. O plano de Deus não passa por triunfos humanos, nem por esquemas de poder e de domínio; mas o plano do Pai passa pelo dom da vida e pelo amor até às últimas consequências (de que a cruz é a expressão mais radical). Ao pedir a Jesus que não embarque nos projetos do Pai, Pedro está a repetir essas tentações que Jesus experimentou no início do seu ministério (cf. Mt 4,3-10); por isso, Mateus coloca na boca de Jesus a mesma resposta que, então, Ele deu ao diabo: “Retira-te, Satanás”. As palavras de Pedro – como as do diabo anteriormente – pretendem desviar Jesus do cumprimento dos planos do Pai; e Jesus não está disposto a transigir com qualquer proposta que O impeça de concretizar, com amor e fidelidade, os projetos de Deus.
Na segunda parte, Jesus apresenta uma instrução sobre as atitudes próprias do discípulo. Quem quiser ser discípulo de Jesus, tem de “renunciar a si mesmo”, “tomar a cruz” e seguir Jesus no seu caminho de amor, de entrega e de dom da vida.
O que é que significa, exatamente, renunciar a si mesmo? Significa renunciar ao seu egoísmo e auto-suficiência, para fazer da vida um dom a Deus e aos outros. O cristão não pode viver fechado em si próprio, preocupado apenas em concretizar os seus sonhos pessoais, os seus projetos de riqueza, de segurança, de bem-estar, de domínio, de êxito, de triunfo… O cristão deve fazer da sua vida um dom generoso a Deus e aos irmãos. Só assim ele poderá ser discípulo de Jesus e integrar a comunidade do Reino.
O que é que significa “tomar a cruz” de Jesus e segui-l’O? A cruz é a expressão de um amor total, radical, que se dá até à morte. Significa a entrega da própria vida por amor. “Tomar a cruz” é ser capaz de gastar a vida – de forma total e completa – por amor a Deus e para que os irmãos sejam mais felizes.
No final desta instrução, Jesus explica aos discípulos as razões pelas quais eles devem abraçar a “lógica da cruz” (vers. 25-27).
Em primeiro lugar, Jesus convida-os a entender que oferecer a vida por amor não é perdê-la, mas ganhá-la. Quem é capaz de dar a vida a Deus e aos irmãos não fracassou; mas ganhou a vida eterna, a vida verdadeira que Deus oferece a quem vive de acordo com as suas propostas (vers. 25).
Em segundo lugar, os discípulos são convidados a perceber que a vida que gozam neste mundo não é a vida definitiva. Não devem, pois, preocupar-se em preservá-la a qualquer custo: devem é procurar encontrar, já nesta terra, essa vida definitiva que passa pelo amor total e pelo dom a Deus e aos outros. É essa a grande meta que todos devem procurar alcançar (vers. 26).
Em terceiro lugar, os discípulos devem pensar no seu encontro final com Deus: nessa altura, Deus dar-lhes-á a recompensa pelas opções que fizeram… Esta alusão ao momento do juízo não é rara em Mateus: ele recorre, com alguma frequência, a esta motivação para fundamentar as exigências éticas da vida cristã.

Ideia de roteiro para teatro

(PA entra com um monte de cruzes feitas de vários tipos e cores)

PA: Oiiiiii Todo mundo!!!

PB: Olá pessoal!!! Oi PA!! Nossa, mas quantas cruzes!!! O que você vai fazer com tudo isso?

PA: Nossa, eu descobri uma forma de ajudar as pessoas a obedecerem Jesus!!

PB: Obedecerem Jesus?

PA: Então, você pode me ajudar. Vou explicar!! Participei da missa esse final de semana e prestei bastante atenção no Evangelho de hoje!!

PB: Que bom!! Eu confesso que não prestei atenção não!!

PA: Mas por que??

PB: Fui dormir muito tarde e acabei cochilando na missa! Você pode me explicar??

PA: Olha só PB você deixou de aprender os ensinamentos de Jesus. Mas sorte sua, eu posso te explicar! Jesus pede para cada um de nós o seguir e carregar uma cruz.

PB: Nossa, mas que pedido mais estranho! Bom, já tinha ouvido falar para seguir Jesus, agora carregar uma cruz é novidade para mim! Mas por que Ele pede para carregar uma cruz?

PA: Não sei para que não!! Só sei que Ele está pedindo para carregar a cruz!

PB: Tá!! Mas me conta a ideia que você teve para todos obedecerem Jesus!

PA: Bom, eu resolvi fabricar essas cruzes aqui! Tem de todos os tipos, tamanho e cores!!! Pensei em trazer aqui na Igreja e oferecer para as pessoas!!

PB: Nossa PA que ideia genial!! Acho que Jesus vai ficar muito feliz com você!!

PA: Também acho! Mas você quer me ajudar??

PB: Eu quero sim! Assim Jesus também ficará feliz comigo!!

PA: Olha só a Catequista!!!!

PB: (Cara de assustado) Ela não está carregando cruz nenhuma.....

PA: Oi Catequista! Td bem?

C: Tudo bem sim!!!

PB: Posso saber onde está a sua cruz?

C: Como?? Que Cruz?

PA: (espantado) AH, então você também não prestou atenção no Evangelho da Missa?

C: Prestei atenção sim!!

PB: Então onde está a sua cruz?

C: Agora estou entendendo essas perguntas!!! Bom vamos por partes!!! O evangelho de hoje quer nos ensinar muitas coisas!!! Jesus tem um convite a cada um de nós!! Vocês sabem qual é?

PA: Eu sei... “Se alguém quer me seguir, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e me siga".

PB: Por isso que ela fez as cruzes! Para seguirmos Jesus!!

C: Não é bem assim não PB! Jesus está convidando a cada um de nós a Segui-lo. Mas para segui-lo, Jesus pede duas coisas: Renunciar a si mesmo e Tomar a sua cruz.

PA: Mas o que significa renunciar a si mesmo?

C: Renunciar a si mesmo significa abandonar, desistir, recusar todo o egoísmo e o sentimento de achar que é o melhor de todos e que não precisa de ninguém. Devemos fazer da nossa vida um dom a Deus e aos irmãos!

PB: Como podemos fazer isso?

C: Olha, o cristão não pode viver fechado em si mesmo, preocupado apenas com a sua vida, os seus sonhos e os projetos. Cada um de nós deve fazer da sua vida um dom generoso a Deus e aos irmãos.
Por exemplo, Deixar de assistir TV para ajudar a mamãe em casa ou deixar de ir ao shopping para ir a missa ou até mesmo a catequese e até deixar de jogar vídeo-game para ajudar um amiguinho que está precisando... Assim, através da caridade aos necessitados, amando e perdoando a todos, sabendo servir a quem precisa, estaremos colocando Jesus, que vive no coração do irmão, em primeiro lugar!

PA: Nossa Catequista, que lindo!! Mas ainda tenho uma dúvida! E a parte do tomar a sua cruz? Basta levar uma cruz como esta para qualquer lugar?

C: Não PA! Presta atenção que vou explicar!! A Cruz é a expressão de um amor total que se dá até a morte. Quem fez isso por nós??

PB: Jesus!!!

C: Isso mesmo! Com o gesto de amor maior de Jesus na Cruz, Ele nos pede para Tomar a Cruz que significa ser capaz de gastar a vida por amor a Deus e para que os irmãos sejam felizes!!

PA: Agora estou entendendo!! Mas achei que seguir Jesus seria mais fácil!!

C: Olha PA. seguir Jesus é saber que as coisas são difíceis, mas Ele da a força necessária para conseguirmos fazer tudo. Além disso todo nosso sofrimento vivido na fé,  ele tem a recompensa da ressurreição e da certeza de estamos no Seu caminho.

PB: Então tomar a cruz é aceitar as dificuldades que teremos que enfrentar na fé e gastar a nossa vida por amor a Deus e aos irmãos?

C: Exatamente!!! Vocês entenderam certinho o Evangelho de hoje! E tem mais um segredinho!!! Sabe quem nos ajuda a seguir Jesus com a nossa cruz??

(Pausa para ver se alguém sabe)

C: O Espirito Santo!!! Vamos pedir, nesta oração, a força que precisamos? Vamos colocar a mãozinha no nosso coração, fechar os nossos olhos e repetir assim comigo: Espirito Santo, quero Tomar a minha Cruz e Seguir Jesus. Te peço que me dê a força necessária de aceitar as dificuldades na fé e gastar o meu tempo por amor a Deus, sempre me preocupando com a felicidade do meu irmão!!! Amém!

Sugestão de Música




Ideia para trabalhar esse Evangelho

Existe uma história com dobradura que é muito interessante!! Pode ser dado uma folha de papel sulfite para cada criança e começar a contar a história para eles dessa forma:


Após essa história, é preciso fazer uma boa reflexão cobre: “Se alguém quer me seguir, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e me siga". Jesus está convidando a cada um de nós a Segui-lo. Mas para segui-lo, Jesus pede duas coisas: Renunciar a si mesmo e Tomar a sua cruz.

- O que significa Renunciar a si mesmo? (Deixar as crianças falarem)
Renunciar a si mesmo significa abandonar, desistir, recusar todo o egoísmo e o sentimento de achar que é o melhor de todos e que não precisa de ninguém. Devemos fazer da nossa vida um dom a Deus e aos irmãos!
Por exemplo: Deixar de assistir TV para ajudar a mamãe em casa; deixar de ir ao shopping para ir a missa ou até mesmo a catequese; deixar de jogar vídeo-game para ajudar um amiguinho que está precisando...
O cristão não pode viver fechado em si mesmo, preocupado apenas com a sua vida, os seus sonhos e os projetos. Cada um de nós deve fazer da sua vida um dom generoso a Deus e aos irmãos. Através da caridade aos necessitados, amando e perdoando a todos, sabendo servir a quem precisa, estaremos colocando Jesus, que vive no coração do irmão, em primeiro lugar!

- O que significa Tomar a sua cruz? (deixar as crianças falarem)
A Cruz é a expressão de um amor total que se dá até a morte. Quem fez isso por nós?? Jesus!!!
Com o gesto de amor maior de Jesus na Cruz, Ele nos pede para Tomar a Cruz que significa ser capaz de gastar a vida por amor a Deus e para que os irmãos sejam felizes!!

- Vocês acham que é mais fácil seguir Jesus???
Seguir Jesus é saber que as coisas são difíceis, mas Ele da a força necessária para conseguirmos fazer tudo. Além disso todo nosso sofrimento vivido na fé,  ele tem a recompensa da ressurreição e da certeza de estamos no Seu caminho.
Portanto tomar a cruz é aceitar as dificuldades que teremos que enfrentar na fé e gastar a nossa vida por amor a Deus e aos irmãos.

Resultado de imagem para cruz de pregadorComo lembrancinha pode ser feito esta cruz de pregador de roupas!! Para que cada criança leve para casa e possa lembrar que é preciso Seguir Jesus carregando a nossa cruz!!!
Oração

Espirito Santo, quero Tomar a minha Cruz e Seguir Jesus. 
Te peço que me dê a força necessária de aceitar as dificuldades na fé e gastar o meu tempo por amor a Deus, sempre me preocupando com a felicidade do meu irmão!!!
Amém!



segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Evangelho de Mateus, 16, 13-20

Missa de 27 de agosto de 2017

21º DOMINGO DO TEMPO COMUM “VOCAÇÃO PARA OS MINISTÉRIOS E SERVIÇOS NA COMUNIDADE”

Leituras
Primeira Leitura Is 22,19-23
Salmo 137/138
Segunda Leitura  Rm 11,33-36
Evangelho Mt 16,13-20

Mensagem Principal
Irmãos e irmãs, quem é Jesus para nós? A liturgia de hoje nos faz essa pergunta fundamental. A resposta de Pedro seja a nossa convicção: Jesus é o Messias, o Filho de Deus vivo. E nossa resposta pessoal, auxiliada pela sabedoria divina, nos compromete com o seu projeto. Celebremos em comunhão com os vocacionados aos ministérios e serviços diversos na comunidade. Fonte: Nova Aliança


Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:

Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!

AFINAL, QUEM É ELE? QUEM É JESUS PARA NÓS? Imaginemos que estamos na terra do Mestre e em seu tempo. Como em qualquer lugar, as pessoas batem papo umas sobre as outras. Quem é esse Jesus de que tanto se fala? Ele é de Nazaré. Seus pais são José e Maria. Os “irmãos” e as “irmãs” dele – primos e primas, nós dizemos – todo o mundo os conhece. Ah! Ele é um carpinteiro, filho do carpinteiro José. Ser carpinteiro já era alguma coisa. Mas ele começa a ensinar. Assim o chamam agora, sobretudo de Rabi, “mestre”, ou ainda Rabbuni, “ meu mestre”. O título o coloca numa posição muito mais elevada do que a de simples carpinteiro. Mas há quem vai além e o chama de Filho de Davi. Mas sempre um simples homem. Mas Jesus quer fazer os discípulos bem informados de sua identidade. Então no caminho lhes pergunta o que o povo achava sobre o Filho do Homem, isto é, sobre Ele. As respostas foram: “João Batista”, “Elias”, “Jeremias”, algum profeta. Para Jesus era importante o pensamento deles. Incisivamente perguntou-lhes: “E PARA VÓS, QUEM SOU EU?” Simão Pedro, com uma resposta inspirada pelo Pai, diz : “TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO”. Da boca de Pedro ficou esclarecido que Ele era o Mestre, e que o Mestre era o Cristo, o Messias prometido através dos profetas. Jesus exulta com a resposta e declara: “Feliz és tu, Simão, porque não foi nenhum ser humano que te revelou isso. Por isso te digo: tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja... Eu te darei as chaves dos Céus”.
Diác. José de Alencar Ribeiro - Paróquia São João Bosco - Fonte: Nova Aliança

Ideia de roteiro para teatro


PA entra com uma cara preocupada.

PA: Oi gente! Oi PB.

PB: Oi PA que cara é essa? Está preocupada com alguma coisa?

PA: Eu estou sim! Jesus está ficando doidinho!

PB: O que? Que falta de respeito é essa?

PA: Não é falta de respeito não! É verdade mesmo! Você não ouviu o Evangelho hoje não? Ele não sabe mais quem ele é! Começou a perguntar pra todo mundo até que Pedro disse pra Ele que ele é o Messias.

PB: Não PA! Você entendeu tudo errado! Ele estava querendo ver se os discípulos tinham entendido que ele era o filho de Deus, o Messias esperado. Só isso!

PA: Será? Não sei não hein!

PB: É sim! A catequista falou na catequese que Jesus queria mostrar aos discípulos o caminho que eles teriam que fazer. Chegariam com Jesus até a cruz, mas depois teriam que continuar! E para caminhar precisamos saber onde estamos indo!

Catequista: Olá crianças!

PA / PB: Oi catequista!

PA: Catequista fiz a maior confusão com o Evangelho, mas o PB já me explicou tudo certinho! Jesus não estava doidinho, ele só queria saber se os discípulos sabiam realmente quem Ele era pra poder caminhar com ele.

Catequista: Isso mesmo! E vocês viram que beleza, Pedro deu a resposta que Jesus precisava ouvir e por isso foi nomeado o “chefe” da igreja de Jesus!

PB: Catequista fiquei com uma duvida!Qualquer um de nós, reconhecendo Jesus com filho de Deus, podemos ser bem aventurados?

PA: Bem aventurados? Como assim bem aventurados?

Catequista: Bem aventurado é o mesmo que feliz! É muito feliz quem anda nos caminhos de Jesus! E mais feliz ainda quem aceita as missões dadas por Jesus! Quem se abre para fazer a vontade de Deus e andar pelos caminhos d'Ele.

PB: Mas as vezes é bem difícil né catequista?

Catequista: Sim! Muitas vezes precisamos deixar de lado coisas que pensamos ser boas, ou corretas e entender as ordens de Jesus.

Entender a maneira d'Ele ser e tentar viver o mais parecido possível com nosso mestre!

PA: Nossa! Se tentarmos andar pelos caminhos de Deus e seguir o que Jesus nos ensinou também seremos parte da igreja de Cristo que começou lá com Pedro né?

Catequista: Isso mesmo! Mas temos que lembrar de uma coisa importante. Pedro só conseguiu entender quem era Jesus, tendo seu coração aberto a Deus. Por isso, Jesus disse que ele era feliz.
E é bom demais seguir Jesus! Mesmo com todas as dificuldades ao longo do caminho, Jesus nos fez entender que depois da cruz vem a ressurreição.

PB: Então vamos! Não vamos perder tempo! Vamos evangelizar para que mais pessoas saibam que Jesus é o Messias, o filho de Deus!


Catequista: Isso mesmo crianças! Mas antes vamos fazer uma oração pedindo que nosso amigão Espírito Santo nos ajude a entender as vontades de Deus!

Sugestão de Música

O que é que eu posso fazer para servir você?




Ideia para trabalhar esse Evangelho

Que tal apresentar para os pequenos o que temos para trabalhar, para servir dentro da nossa igreja? 

Reuna as pastorais e organize um workshop das Pastorais. Se não for possível a presença física de cada uma delas, que dêem as infos necessárias para que você possa explicar e se possível algo que caracterize esta pastoral, um banner, uma imagem, fotos, etc...

Convide a família dos catequisandos para participar!

Faça um resumo com os contatos e entregue a todos!




Oração

Espírito Santo vem sobre nós e nos revela as vontades de Deus para nossas vidas! Nos ensine a compreender e aceitar as missões que Jesus nos dá! Nos ajude a perseverar nos caminhos de Jesus e a sempre fazer parte de sua igreja! Amém!



domingo, 6 de agosto de 2017

Evangelho de Lucas 1,39-56

Missa de 20 de Agosto de 2017

Resultado de imagem para desenhos  assunção de nossa senhora
SOLENIDADE DA ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA

Leituras
Primeira Leitura Ap 11,19a;12,1.3-6a.10ab
Salmo Sl 44/45
Segunda Leitura  1Cor 15,20-27a
Evangelho Lc 1,39-56

Mensagem Principal
 Cantemos as maravilhas que o Senhor realizou em Maria. Elevada ao céu, é nossa intercessora junto do Pai. Ela atingiu a plenitude da salvação e nos espera para vivermos sempre com ela. Celebremos em comunhão com os vocacionados à vida consagrada: religiosos e religiosas, que, a exemplo de Maria, dão o seu sim ao projeto de Jesus.
Fonte: Folheto Nova Aliança.


Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:

Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!


O cântico de Maria descreve o programa que Deus tinha começado a realizar desde o começo, que ele prosseguiu em Maria e que cumpre agora na Igreja, para todos os tempos.
Pela Visitação que teve lugar na Judeia, Maria levava Jesus pelos caminhos da terra. Pela Dormição e pela Assunção, é Jesus que leva a sua mãe pelos caminhos celestes, para o templo eterno, para uma Visitação definitiva. Nesta festa, com Maria, proclamamos a obra grandiosa de Deus, que chama a humanidade a se juntar a ele pelo caminho da ressurreição.
Em Maria, Ele já realizou a sua obra na totalidade; com ela, nós proclamamos: “dispersou os soberbos, exaltou os humildes”. Os humildes são aqueles que crêem no cumprimento das palavras de Deus e se põem a caminho, aqueles que acolhem até ao mais íntimo do seu ser a Vida nova, Cristo, para o levar ao nosso mundo. Deus debruça-se sobre eles e cumpre neles maravilhas.
Rezar por Maria.
Frequentemente, ouvimos a expressão: “rezar à Virgem Maria”… Esta maneira de falar não é absolutamente exata, porque a oração cristã dirige-se a Deus, ao Pai, ao Filho e ao Espírito: só Deus atende a oração. Os nossos irmãos protestantes que, contrariamente ao que se pretende, por vezes têm a mesma fé que os católicos e os ortodoxos na Virgem Maria Mãe de Deus, recordam-nos que Maria é e se diz ela própria a Serva do Senhor.
Rezar por Maria é pedir que ela reze por nós: “Rogai por nós pecadores agora e na hora da nossa morte!” A sua intervenção maternal em Caná resume bem a sua intercessão em nosso favor. Ela é nossa “advogada” e diz-nos: “Fazei tudo o que Ele vos disser!”
Rezar com Maria.
Ela está ao nosso lado para nos levar na oração, como uma mãe sustenta a palavra balbuciante do seu filho. Na glória de Deus, na qual nós a honramos hoje, ela prossegue a missão que Jesus lhe confiou sobre a Cruz: “Eis o teu Filho!” Rezar com Maria, mais que nos ajoelharmos diante dela, é ajoelhar-se ao seu lado para nos juntarmos à sua oração. Ela acompanha-nos e guia-nos na nossa caminhada junto de Deus.
Rezar como Maria.
Aprendemos junto de Maria os caminhos da oração. Na escola daquela que “guardava e meditava no seu coração” os acontecimentos do nascimento e da infância de Jesus, nós meditamos o Evangelho e, à luz do Espírito Santo, avançamos nos caminhos da verdade. A nossa oração torna-se ação de graças no eco ao Magnificat. Pomos os nossos passos nos passos de Maria para dizer com ela na confiança: “que tudo seja feito segundo a tua Palavra, Senhor!”



Ideia de roteiro para teatro



( Entra personagem A todo feliz com algumas folhas na mão, uma lista de pedidos)

PA: Oi todo mundo, oi PB, ai ai que felicidade!

PB: Oi PA, nossa que felicidade toda é essa?

PA: Estou muito feliz porque descobri uma forma de conseguir tudo o que preciso pra ser feliz, trouxe até uma listinha, coisas básicas sabe! Só pra começar meus pedidos

PB: Sério? Me conta, também quero saber como é isso!

PA: Muito simples amigo! o evangelho de hoje fala sobre Maria, Nossa Mãezinha do céu.

( Catequista vai entrando mas resolve ficar escondida para ouvir o que as crianças entenderam do evangelho, mas enquanto as crianças vão conversando ela fica impressionada com que esta ouvindo )

PB: Sim, eu sei! prestei bastante atenção no evangelho e sei que falou sobre Nossa Mãezinha do céu.

PA: Até parece né! Você PB, prestando a atenção (risos)... essa é boa!

PB: Aé, então escuta só! O evangelho fala sobre a visita de Maria a sua prima Isabel.

PA: Olha só e não é que prestou atenção mesmo! Estou impressionado.

PB: Viu só, sou muito inteligente!

PA: (risos) Agora forçou um pouco PB calma, calma!

PB: (risos)...engraçadinho... me fala o que tem a ver o evangelho de hoje com essa sua história de conseguir tudo o que quer?

PA: Ué, não foi você que disse que entendeu tudo?

PB: Bom, eu entendi sim, entendi que Maria foi visitar Isabel para ajudá-la, pois estava esperando um bebê e quando uma mulher espera um bebê ela precisa muito de ajuda!

PA: Nossa! Nada disso, você não entendeu foi nada, vou te explicar porque dessa cabecinha ai é difícil sair alguma coisa.

PB: Pode parar viu, eu entendi sim!

PA: Vou te explicar! O evangelho fala que Deus fez tudo para nossa senhora, ou seja, tudo o que pedimos a Maria ela nos da com certeza.  Até porque só estou pedindo coisas boas aqui, certeza que ela vai me dar!

PB: Espera ai PB, onde fala isso no evangelho? Não lembro dessa parte não!

PA: Ai ai meu amigo... isso se chama interpretação! E minha interpretação sobre a frase ''porque o todo poderoso faz grandes coisas em meu favor" Ou seja, Deus faz tudo pra Nossa Senhora então tudo o que a gente pedir ela vai realizar.

PB: E como você tem tanta certeza que essa sua interpretação esta certa? Como você sabe que Maria vai atender e dar tudo o que pedir?

PA: Muito simples! Maria é nossa mãezinha do céu, você já viu uma mãe negar algo pro seu filho?

PB: Ixiii já vi muitas vezes! Minha mãe me nega um montão de coisas... vai dizer que a sua não??

PA: Na verdade sim! Minha mãe já me negou uma porção de coisas. Acontece que eu sei quando ela me nega alguma coisa é porque aquilo não será bom pra mim.

PB: Viu! nada que ver essa sua idéia

PA: Você que se engana! Sabe por que? 

PB: Hum...por quê?

PA: Porque nessa minha listinha básica aqui...(e mostra todas as folhas ) só tem coisas boas, coisas que tenho certeza que fará bem pra mim, então tudo será atendido.

PB: Ah sei não viu, ainda to achando muito estranho essa sua interpretação ai.

( Entra Catequista )

( Crianças levam um susto )
C: Ai meu Deus crianças que conversa é essa de vocês? Estava aqui bem quietinha ouvindo a conversa de vocês, porque queria saber se tinham entendido o evangelho, mas na verdade fiquei impressionada com a sua imaginação viu PA.

PA: Oi Catequista. Sou muito bom nisso, né?!

C: Você é muito bom sim, mas para se confundir com tudo. Isso sim!

PB: (risos) viu eu falei!

C: Crianças vou explicar o evangelho pra vocês, e pra começar senhor PA, a frase do evangelho que você disse  ''porque o todo poderoso faz grandes coisas em meu favor" na verdade é, ''porque o todo poderoso FEZ grandes coisas em meu favor"

PA: Ah Catequista mais é só uma palavrinha que me confundi, nem faz diferença!

C: Faz diferença sim PA, quando Maria diz, ''porque o todo poderoso FEZ grandes coisas em meu favor" ela esta dizendo que Deus realiza muitas maravilhas na vida dela.

Deus escolheu Maria para ser a mãe de Jesus e ela com sua fé e confiança disse Sim a vontade de Deus.

PA: Catequista, eu achei que era só pedir tudo pra Maria e ela, por ser Nossa Mãezinha, nos daria tudo.

C: PA e PB, prestem atenção! No evangelho de hoje celebramos a solenidade da Assunção de Nossa Senhora!

PB: Assunção de Nossa Senhora?  

C: Isso mesmo PB! A assunção de Nossa Senhora é quando ela é levada ao céu pelo poder de  Deus. O evangelho de hoje nos convida a refletir, sobre o sentido da  nossa vida, o para “quê” viemos ao mundo e como devemos conduzir a nossa vida. Maria, com o seu testemunho, nos ensina, que só alcançaremos a nossa realização plena, se nos deixarmos conduzir,  pela  vontade de Deus!  

PB: Mas como Maria pode nos ajudar a conduzir a nossa vida? 

C: Maria foi puro amor e doação, ela se entregou por inteira à serviço do Reino de  Deus,  abrindo mão de todos os  seus projetos pessoais, para viver  o projeto de Deus e é assim com esse lindo exemplo de vida que ela pode nos ajudar a conduzir a nossa vida. Maria é um modelo de vida cristã, um modelo a ser seguido por todos nós! 
PB: Então eu estava certo quando disse que Maria foi ajudar Isabel porque ela estava esperando um bebe?

C:  PB, Maria se entregou por  inteira à serviço de nosso amado Deus e quando servimos aos outros, ou seja, ajudamos a quem precisa, estamos servindo a Deus. 

PA: Então Maria ajudando sua prima ela estava a serviço de Deus?

C: Isso mesmo PA! Maria é fiel e obediente a Deus, ela disse Sim a Deus e cumpriu lindamente sua missão, de amar, cuidar e ajudar ao próximo.

PA: Nossa mãezinha do céu é muito especial

C: Sim ela é sim! E mais, Deus permite que ela nos acompanhe em nossa caminhada com Deus.

PA: Como assim?

C: Quando nós rezamos para nossa senhora, ela intercede por nós, ou seja, ela pede para que Deus tenha misericórdia de nós. Então quando rezamos para nossa senhora ela com seu jeito carinhoso e especial, pede a Deus por nós, para que nos ajude com as necessidades do nosso coração.

PA: Então, quando rezamos para Maria estamos na verdade pedindo que ela reze por nós?

C: Isso Mesmo PA! Rezar para Maria é pedir que ela Reze por nós. Entenderam agora?

PA e PB: Agora sim!

C: Que bom! então agora vamos rezar para nossa mãezinha e pedir que nos ajude a sermos como ela, sempre disposta a ajudar, sempre buscando "o que fazer" para que pessoas e mais pessoas conhecessem o grande amor de Deus! Vamos rezar a Ave Maria, fechem os olhos.

Ave-Maria, cheia de graça!

O Senhor é convosco

Bendita sois vóis entre as mulheres

E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus

Santa Maria Mãe de Deus,

Rogai por nós os pecadores

Agora e na hora de nossa morte. Amém





Sugestão de Música




Ideia para trabalhar esse Evangelho

Vamos confeccionar um lindo porta retrato com a imagem de Origami de Maria com o menino Jesus.
E no verso colocaremos uma linda oração pedindo que todos os dias Nossa Mãezinha nos dê força e coragem para não desanimar e estar sempre disponível para servir!










  
O Menino Jesus não é dobrado com papel quadrado, nessa foto cortei 1cm de um quadrado de 5x5cm.


Observe que na segunda foto há uma marquinha de dobra, mostrando que puxei um pouco o papel para cima, descolando-o diagonalmente para forma o manto da cabeça, não sei se esse tipo de dobra tem nome.

 



 



Oração

Maria Mãe querida,
Peço sua poderosa intercessão para que a cada dia eu possa caminhar contigo, sem jamais me afastar de Ti e assim servir ao Senhor de todo coração.

Amém