Quem somos?

Minha foto
Somos um Ministério de Evangelização de Crianças da Diocese de São José dos Campos desde 1999. Utilizamos como recurso de evangelização o teatro. Também organizamos formações para evangelizadores e catequistas. Estamos sempre a disposição! Precisando é só mandar um mail para cantinhodanjos@gmail.com Vamos levar nossas crianças para Jesus!!

domingo, 28 de agosto de 2016

Evangelho de Lucas 14, 25-33

Missa de 04 de setembro de 2016



23º DOMINGO DO TEMPO COMUM SETEMBRO: MÊS DA BÍBLIA 
                                               
Leituras
Primeira Leitura Sb 9,13-18
Salmo 89/90
Segunda Leitura  Fm 9b-10.12-17
Evangelho Lc, 14, 25-33

Mensagem Principal
Sejam todos bem-vindos irmãos e irmãs em Cristo Jesus para esta Celebração Eucarística. É com muita alegria que, hoje, iniciamos com toda a Igreja no Brasil o mês dedicado à Palavra de Deus. Que possamos todos nós, mergulhados no desejo de nos aprofundarmos cada vez mais na Sagrada Escritura, abrir o coração e a mente para tudo aquilo que Deus tem a nos dizer. A liturgia deste domingo é um convite para que sejamos seus discípulos. No entanto, a opção pelo Reino de Deus é um caminho de renúncias e sofrimentos. Tudo isso é fruto de um amor doação da própria vida em prol do Reino de Deus na terra.(Fonte: folheto Nova Aliança)

Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:

Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!




Ideia de roteiro para teatro

Personagem A: Olá amigo! Olha o que eu trouxe para a gente brincar hoje!

Personagem B: Você trouxe a bíblia? mas isso não é brincadeira não...

Personagem A: É verdade, você está certo... na verdade eu trouxe porque queria te mostrar uma coisa que aprendi esta semana com a minha vovó.

Personagem B: Hum, que interessante... ela te contou uma historinha da bíblia, amigo... eu adoro!

Personagem A: Não, não ela me contou a historinha da Bíblia...

Personagem B: Foi o que eu disse...e de que personagem é?

Personagem A: Não, amigo, o que vou te dizer é a historinha dela mesmo... da Bíblia!

Personagem B: Nossa e como a sua vovó sabe isso, quantos anos ela tem? deve estar mesmo muito velhinha... ela tava lá quando escreveram tudo? conheceu os moços que escreveram? ai agora to curioso. Conta logo!

Personagem A: hahaha... não, amigo... minha vovó é velhinha sim, mas não conheceu os que escreveram a Bíblia não... e nem tava lá... é que ela gosta muito de estudar, já leu a bíblia toda, vai muito na missa, faz cursinhos de leitura da bíblia e ela ama rezar... é muito rezadeira a vovó!

Personagem B: Nossa, minha vovó também é muito rezadeira... acredita que ela reza todo dia... mas não lê mais a bíblia, tá ceguinha...

Personagem A: Bom, mas então a minha vovó me disse que foi Deus pai que inspirou, que a ideia, que contou no coração das pessoas que escreveram a bíblia cada historinha. Cada palavra da Bíblia....

Personagem B: Nossa, tinha que ser Deus mesmo né... porque a bíblia é muito grossa, gigante, tem  muita história lá... só Deus mesmo pra lembrar de tudo!

Personagem A: Vovó me disse que lá encontramos tudo para ser feliz!

Personagem B: Tudo para ser feliz?

Personagem A: Sim, por exemplo ela contou que logo que casou com o vovô, eles passaram por uma grande dificuldade, vovô perdeu o emprego e ela já tinha 5 filhos.


Personagem B: Nossa, 5 filhos logo que casou! Caramba!

Personagem A: Sim, inclusive o meu papai... ai ela já tinha o hábito de ler a bíblia toda a noite e ela disse que rezava e depois lia e que lá os 2 encontraram forças para continuar lutando, disse que lá tinha um texto bonito que dizia assim: "o Senhor é meu pastor e nada me faltará".

Personagem B: Que bonito! Como os pastores que cuidam das ovelhinhas, Deus cuida da gente! como aprendemos na Catequese.

Personagem A: Isso mesmo, ai eles liam sempre aquela passagem, foram tempos dificeis, vovó contou, disse que as vezes não tinham dinheiro nem para a comida, mas sempre aparecia alguém para ajudar... um vizinho levava  um saco de feijão, outro ovos e até uma amiga que sempre mandava bolo para as crianças. Ela fica até emocionada de contar.

Personagem B: Nossa, amigo eu imagino. E ai... seu vovô conseguiu emprego logo?

Personagem A: Não, muito logo... 1 ano depois... e foi em outra cidade... não dava para vir para casa todo dia, só de 15 em 15 dias....

Personagem B: Nossa... eu ia morrer de saudades...

Personagem A: Sim, eles ficavam com saudades do vovô mais acreditavam que ele precisava ir, afinal precisava sustentar a família e acreditavam que aquele emprego novo era um presente de Deus. Minha vó conta que o patrão do vovô era muito bondoso, um homem de Deus e os ajudaram muito.

Personagem B: Na bíblia fala mesmo que o homem deve cuidar da sua família...

Personagem A: E vovô, foi transferido depois de 6 meses para a cidade onde moravam, a empresa abriu nova sede lá e o dono colocou ele como chefe, pois ele era dedicado e fazia um ótimo trabalho.

Personagem B: Que ótimo...

Personagem A: Vovô sempre trabalhou muito, mas vovó conta que nunca deixou as coisas de Deus de lado, contou que liam a bíblia todas as noites juntinhos, quando colocavam os 10 filhos para dormir...

Personagem B: 10 filhos... seu pai tem 9 irmãos?

Personagem A: Ele tem... ela conta também que eles rezavam juntos, sempre íam a missa com a criançada, e vovô era o homem mais generoso que conheceu, ele não acumulou riquezas, ao contrário cuidou de sua família com amor e ajudou todo mundo que precisava, todo mundo mesmo. Era um homem bom...

Personagem B: É minha vovó também conheceu sua família e disse mesmo que seu avô era assim, falou que ele ajudou muito um Sr. doente, que pagou os remédios, a cirurgia e ajudava a família enquanto o o Sr se tratava em outra cidade. Que bonito.

Personagem A: É amigo, vovó disse que a Bíblia tem as melhores lições de vida. Mas que o que ela melhor nos ensina é amar como Deus nos ama.

E que só dando amor que seremos felizes! Temos que colocar Deus em primeiro lugar, que nada deixe a gente deixar ele de lado... em nossos brinquedos, nem as brincadeiras, nem a TV e nem o vídeo game.

E que temos que partilhar tudo, como o vovô fez...

Personagem B: Verdade... seu avô foi um cara legal... eu não conheci o meu.. ele morreu jovem, vovó conta... mas acho que seriam bons amigos, como nós somos!

Personagem A: Ah eu tenho certeza que sim!

Personagem B: Amigo, aprendi na catequese que este mês, o mês de setembro é o mês da bíblia... Vamos aproveitar e conhecer mais dela, ler mais, quem não sabe ler, pode pedir para a mamãe e o papai ou irmão mais velho!

Personagem A: Claro, vamos sim... E não pode ficar só neste mês... tem que ser sempre! A Bíblia é nosso tesouro! Ela nos ensina TUDO!


Sugestão de Música

Na bíblia tem TUDO. Vamos aprender esta musiquinha e saber o que Deus nos reserva?
Lá temos os melhores ensinamentos.


Ideia para trabalhar esse Evangelho

Sua família tem bíblia em casa?

Vocês lêem?

Onde ele fica?

Você conhece uma história da bíblia? Aqui temos algumas, que tal pinta ou reproduzir o desenho e contar lá em casa?

Sabe, amiguinhos, a bíblia é uma importante ajuda no nosso caminhar com Jesus. Aqui aprendemos lições preciosas, aqui encontramos todo o ensinamento de Deus... todas as respostas.

É bonito ver, que mesmo sendo um escrito muito, muito antigo, nos serve até hoje. É muito atual...
É importante estudar a Palavra de Deus, escutar as homilias que o padre diz na missa nos ajuda em um entendimento melhor, nos teatrinhos também quando é missa das crianças.

Mas não podemos resumir nosso estudo apenas à participar da Missa. Deus quer mais de nós...
Vamos nos esforçar para ler mais a nossa bíblia? em família, com os amigos e sozinho também...

Vamos lá?

Faça esta introdução e leve figuras das passagens bíblicas, uma por criança, deixem que eles escolham ou faça um sorteio. Deixe que pintem ou reproduzam em desenho, incentivem a contar na família e também buscar a passagem na bíblia. Por isso deixe marcada no papel que eles levarão a passagem.

Escreva assim no verso dos desenhos:

Está na bíblia em:  

Mensagem principal:

Personagem principal:

Lição para a nossa família:



Oração

Senhor Jesus, me ajude a buscar cada dia mais te conhecer... que eu não tenha preguiça de ler a bíblia, de fazer a minha oração de todo dia. Este é o melhor caminho para o céu e eu quero também ajudar mais pessoas a conhecer o Senhor. Me ajuda, Senhor! Que nada, nada me atrapalhe! Amém.





domingo, 21 de agosto de 2016

Evangelho de Lucas 14,1.7-14

Missa de 28 de agosto de 2016


22º DOMINGO DO TEMPO COMUM VOCAÇÃO PARA OS MINISTÉRIOS E SERVIÇOS NA COMUNIDADE DIA NACIONAL DAS CATEQUISTAS
                                               
Leituras
Primeira Leitura Eclo 3,19-21.30-31
Salmo 67/68
Segunda Leitura  Hb 12,18-19.22-24a
Evangelho Lc 14,1.7-14

Mensagem Principal
Irmãos e irmãs, ao encerrarmos este Mês Vocacional, queremos louvar e agradecer a Deus pelos trabalhos pastorais e serviços que leigos generosa e gratuitamente realizam na comunidade! De maneira especial, celebramos todos os catequistas, milhares de fiéis que se dedicam à educação da fé de crianças, jovens e adultos. Parabéns, catequista! Bela vocação, importante missão! A todos o nosso carinho e gratidão das comunidades paroquiais e votos extensivos aos ex-catequistas.. (Fonte: folheto Nova Aliança)

Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:

Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!




Ideia de roteiro para teatro

Catequista: Crianças hoje vamos fazer um teatrinho bem legal!

Personagem A: Que máximo eu adoro teatrinhos...e do que vai ser...

Catequista: Será sobre o dia do Catequista! Vamos fazer uma homenagem na missa!

Personagem B: Que legal, tia....

Catequista: Sim, nós precisamos de mais catequistas, queremos que com este teatrinho mais pessoas sejam chamadas por Jesus a vir anunciar o grande amor de Deus por nós... Precisamos muito!

Personagem A: Ai que máximo e eu posso ser o catequista?

Catequista: Nós vamos sortear os personagens!

Personagem B: Oba! eu tenho muita sorte em sorteios...

Personagem A: Ah eu não e já vou falando, se eu não gostar do que eu pegar eu não vou participar não... não vou fazer nada!

Catequista: Personagem A, por favor, esta não é uma boa atitude, precisamos de todos da nossa turma, senão, não vamos conseguir...

Personagem A: Ah tia, mas se eu não puder ser o que eu quiser não vou fazer bem o meu papel, eu faço teatro na escola, já fiz cursos, quero até ser artista da televisão... você não sabe o que está perdendo!

Personagem B: Ai ,meu Deus, como é metido!

Personagem A: Você me xingou de metido! Não vai mais poder participar, fez um pecado de xingar o amigo!

Personagem B: Você é muito, muito chato! Estamos aqui tentando fazer o teatrinho que é muito importante... e você só atrapalha! Tomara que você seja sorteado e tire o papel de árvore!

Personagem A: Tiaaa, olha ele... me provocando! quer que eu fique mudo e calado e parado! (exclama chorando)

Catequistas: Crianças, que dificil começar nosso ensaio... não imaginava que vocês dariam tanto trabalho! Vamos lá, parem já de brigar e sentem-se aqui...

Personagem A: Já vai começar o teatro? Não vai ter mais sorteio né tia, vou ficar bonzinho... ai... tenho uma ideia... tem Jesus neste teatro? Se tiver, posso ser Jesus??? Posso???

Personagem B: Ai silêncio, vamos ouvir a tia...

Catequista: Crianças, quero antes de tudo contar para vocês a historinha que Jesus nos contou no evangelho de hoje... é muito importante prestar atenção para o nosso teatro...

Personagem A: Ai que legal... se a historia é de Jesus... vai ter Jesus, certeza... ainda tenho chance... vou ficar quietinho e ouvir...

Personagem B: Ai até que enfim...

Catequista: Jesus foi convidado para uma festa, um jantar na casa de uma pessoa muito importante... e ele observou que os convidados logo chegavam e iam procurando o lugar mais perto do dono da festa para se sentar, aqueles bem lá da frente....

Personagem A: estes são os melhores lugares, por que só tem vantagens, você fica perto do dono da festa, a comida chega lá primeiro e você sai em todas as fotos!

Personagem B: Ai no tempo de Jesus nem tinha fotos!

Personagem A: Ai verdade... então nas pinturas...rs... continua, tia!

Catequista: Jesus então disse, que ao chegarmos em uma festa devemos ocupar os últimos lugares, pois pode ser que o dono da festa tenha já reservado aqueles lugares de destaque pertinho dele para outros, mais importantes...

Personagem A: Ah mais isso não acontece comigo... eu sou mais importante para os meus amigos...sei bem onde posso sentar!

Personagem B: nem sempre, um dia... este amigo pode ter outro amigo mais importante, uma pessoa da família também... um primo distante, qualquer coisa, eu prefiro sentar para traz...

Catequista: E foi isso mesmo que Jesus disse, para que a gente escolha os últimos lugares.

Personagem A: Ai não... não dá pra ver nada de lá...

Personagem B: Um dia, num aniversário eu estava lá no fundo cantando parabéns para um amigo e ele me chamou para ficar do lado dele... fiquei muito feliz!

Catequista: Sim, Jesus disse isso também que é sempre melhor quando você é diretamente convidado para ocupar o melhor lugar!

Personagem A: Ai pronto, querem ver só... agora que ele acertou 2 coisas que Jesus ia dizer já vai querer tomar o meu papel de Jesus!

Personagem B: Eu não quero nada... nem gosto de fazer teatro, prefiro ajudar a tia nos bastidores, ajudar a arrumar os cenários, ajudar na hora da música...

Personagem A: Nossa mais ai você nem vai aparecer!

Catequista: Mas esta função é muito importante, sem ela não tem teatro....

Personagem A: Ah isso é verdade... mas não gosto, pode ser ele então...Vamos começar, vou poder ser Jesus?

Catequista: Queridos, temos sim Jesus no nosso teatro, mas ele não aparece... ele só será a voz do coração... aquela voz doce do chamado que o catequista recebe...

Personagem B: Que bonito!

Catequista: Sim, o catequista recebeu um lindo chamado... e nós vamos recordar este momento... e assim tocar o coração de mais pessoas para esta missão!

Personagem A: Mas só uma voz?

Catequista: Sim, a voz que fez que eles fossem corajosos e enfrentassem os seus medos, suas inseguranças e quisessem levar o amor de Deus aqueles que ainda não conheciam...aqueles que quiseram sentar no ultimo lugar e não aparecer, porque é Jesus quem aparece sempre na Catequese não é? Falamos da vida dele, dos ensinamentos Dele.

Personagem A: É verdade... sabe eu estou envergonhado... acho que não estou seguindo Jesus... não estou fazendo o que ele pediu...

Catequista: É dificil, querido... muitas vezes queremos aparecer mais que Jesus... mas devemos sempre pensar... o que Ele quer de mim? qual é minha missão? eu consigo! é importante, eu irei... é isso que ele sonhou para mim...

Jesus, na sua mesa no céu... só tem lugares especiais... e se seguirmos seus exemplos... lá nos vamos nos sentar... e também nos melhores lugares aqui da Terra, mesmo que seja o último... ele estará com a gente... sempre!

Personagem A: Que bonito... me desculpe, tia... me desculpe amigos... e me desculpe Jesus... vamos ao sorteio...

Catequista: Vamos lá!

Personagem A: Nossa, eu tirei o catequista!

Personagem B: Que bom, amigo... acho que agora você está preparado...

Personagem A: Ai não sei... que responsabilidade né!

Catequista: Sim, querido, mas hoje você aprendeu a lição principal... Deus nos quer ao Seu lado... mas para isso precisamos construir nosso caminho, como uma escada que vai nos levar ao melhor lugar, o céu... não é um caminho fácil, mas você será um excelente catequista, tenho certeza!

Personagem A: Eu vou... eu vou fazer o melhor... não pára ninguém ver... mas para que Jesus veja!

Catequista: MUITO bem! Vamos ao ensaio então crianças, todos aqui com os seus personagens!

Sugestão de Música

Ah não conseguimos de jeito nenhum achar a melodia e a letra para mostrar para vocês, no vídeo temos a letra.

E a letra da musiquinha é assim:

Convém que Cristo cresça
Convém que Cristo cresça
Convém que Cristo cresça, mais e mais

E diminua eu, e diminua eu
E diminua eu mais e mais...




Ideia para trabalhar esse Evangelho

Que tal fazer dedoches ou palitoches destes bichinhos do vídeo para contar esta linda historinha?

Temos certeza que as crianças vão adorar reproduzir e vão ensinar e aprender MUITO!


Aqui temos alguns moldes de dedoches. Não importa o animal, importa o carinho e mensagem. Vamos lá?

Moldes de dedoches

Oração

Senhor, que eu me recorde todo dia que o primeiro lugar é do Senhor e de mais ninguém... que eu faça tudo, Jesus, para que o Senhor queira que eu me sente do seu lado.
Abençoa Senhor, todos os catequistas e ajude a tocar o coração para que venham mais pessoas anunciar o seu amor.  Amém!






sábado, 13 de agosto de 2016

Evangelho de Lucas 1,39-56

Missa de 21 de agosto de 2016

MISSA DO DIA DA SOLENIDADE DA ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA 

VOCAÇÃO PARA A VIDA CONSAGRADA: RELIGIOSOS(AS) E CONSAGRA-DOS(AS)                       SECULARES                                 Leituras
Primeira Leitura Ap 11,19a;12,1.3-6a.10ab
Salmo 44/45
Segunda Leitura  1Cor 15,20-27a
Evangelho Lc 1,39-56

Mensagem Principal
A liturgia de hoje celebra a virgem Maria elevada ao céu em corpo e alma. Com Maria celebramos também nossa esperança no grande encontro com o Senhor, o qual já começa nesta vida, mas que se completa na eternidade. Que neste dia da Solenidade da Assunção de Nossa Senhora possamos reconhecer a importância de Maria no plano de Deus e na história de nossa salvação. Carinhosamente trazemos no altar neste dia a vida e os carismas dos consagrados e consagradas. Que sejam todos abençoados e que surjam numerosas e santas vocações. (Fonte: folheto Nova Aliança)

Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:

Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!


Ideia de roteiro para teatro

O Personagem A entra vestida de Nossa Senhora... manto e véu...

Personagem A: Olá amigo... gostaram do meu modelito novo? É muito lindo né?

Personagem B: Nossa, tá bonito mesmo... você em alguma procissão ou vai fazer teatrinho na catequese? Ficou muito bonita de Nossa Senhora!

Personagem A: Obrigada! Eu também gostei, mas não é isso, vou fazer mais que isso!

Personagem B: Como assim?

Personagem A: Eu agora vou imitar Nossa Senhora todo dia!

Personagem B: Vai ficar vestida assim todo dia?

Personagem A: Vou, mas eu já comprei outros véus e outros mantos, tenho uns 10 de cada, assim combina com todos os meus tênis e sapatinhos... eu também comprei bolsinhas novas... estou adorando!

Personagem B: Ah eu acho que isso não vai durar muito tempo... vai chegar o calor e você vai querer tirar esta rouparada...

Personagem A: Claro que não, Nossa Senhora também viveu o verão... eu vou conseguir...

Personagem B: Sei... (risos)

Personagem A: E tem mais... eu vou fazer de tudo para ser como ela... e também quero que os anjinhos me levem para morar no céu... como foi com ela! Hoje comemoramos este dia o dia da Assunção de Nossa Senhora!

Personagem B: Ai é verdade, vimos na catequese... foi muito legal mesmo!

Personagem A: Eu vou tirar várias fotos quando estiver subindo... depois mando para você, porque ai não vamos mais nos ver, só quando você morrer...

Personagem B: Ah eu não acho que você vai conseguir que os anjinhos de te levem como levaram Maria não... você não tem nada a ver com ela!

Personagem A: Como não? Você acha que esta roupa não tá parecida? eu troco tenho várias, isso é normal, cada um conhece Nossa Senhora com uma roupa mesmo... mas os anjinhos conhecem todas não vão confundir...

Personagem B: Não é isso, ai... você está confundindo tudo!

Personagem A: Já sei, amigo! Você está com saudades já! Não quer que eu vá morar no céu, mas não se preocupe não é agora... só quando eu for bem velhinha... eu também não quero ir agora não...

Chega a Catequista!

Catequista: Olá crianças.. vamos ter teatrinho hoje?

Personagem B: Não tia... ela que endoidou e disse que agora vai viver como Nossa Senhora e que vai até ser carregada pelos anjinhos como na Assunção que a senhora explicou... ficou maluca...

Catequista: Entendi... imitar Maria é mesmo algo muito especial, todos devemos nos esforçar para isso... mas não é só imitando as roupas dela não...

Personagem A: Ah como não, tia?

Catequista: Não senhora, tem que ter o coração parecido com o dela.

Personagem A: Coração?

Catequista: Sim, os sentimentos e as atitudes... Maria sempre foi muito obediente, gostava muito de orar a Deus, sempre escutou a Ele. Também era muito boa e ajudava a todos...tem até um exemplo neste evangelho de hoje que ela caminhou muito para ajudar sua prima Isabel, que estava grávida, foi ajuda-la e também estava grávida.

Personagem A: Entendi... mas sabe esta história que ela foi visitar a prima... ela morava muito longe mesmo?

Catequista: Muito... muito longe e Maria foi caminhando e chegando lá ficou meses com ela, a ajudava nas tarefas da casa... Isabel ficou muito feliz!

Personagem A: E Maria ficou muito cansada né... eu sei bem porque a minha tia tá grávida e ela reclama o dia inteiro que tá cansada... isso porque ela só fica deitada... gravidas sentem muito cansaço né tia, só Nossa Senhora mesmo que era forte, acho que porque tinha Jesus na barriga, ele ajudou...

Catequista: Isso ajudou mesmo... Mas não foi o principal, ela foi por amor... o amor ajuda a gente a seguir mesmo cansado, mesmo com preguiça, mesmo com medo... com dores... imaginem a dor que ela sentiu ao ver o Filho na cruz?

Personagem B: Nossa... muita dor né...ela viu ao vivo ainda... a gente sofre de ver na via sacra ou na TV.

Catequista: Pois é...

Personagem A: Ai estou envergonhada... não vai dar certo o meu plano de ser como ela... eu ainda tenho muito que aprender! E sou muito preguiçosa também e não ando nada obediente...

Catequista: Não diga que não vai dar certo, peça ajuda dela! Maria é nossa grande intercessora, quem faz nossos pedidos chegarem ao coração de Deus... Ela vai ajudar!

Personagem A: Entendi... eu vou pedir sim... Tia, você quer as minhas roupas de Maria para guardar para as crianças nos teatrinhos da Igreja? Acho que entendi tudo errado e não preciso mais delas..

Catequista: Claro, passo na sua casa para pegar. Obrigada!

Personagem B: É eu também tenho que pedir muita ajuda para a Mãezinha do Céu.

Personagem A: Então vamos juntos, amigo... um ajuda o outro!

Catequista: Isso ai, queridos.... Jesus está muito orgulhoso de vocês, ele foi o primeiro que aprendeu com Maria, ela tem MUITO para nos ensinar... Não podemos desistir nunca.

Personagem  A e B: Não vamos desistir... Ela vai nos ajudar!

Catequista: Isso ai... Muito bom,crianças!

Sugestão de Música

Maria vem nos ensinar!



Ideia para trabalhar esse Evangelho



O que Maria tem que eu não tenho ainda?

Vamos conversar com as crianças sobre as características de Nossa Mãezinha.
Queremos que ela nos ensine qual é o caminho para seguir Jesus e chegar ao céu.

Vamos pegar uma imagem ou foto e escrever ao lado em uma cartolina tudo que lembramos como qualidades dela.

Maria é....
bondosa, amorosa, simples, dedicada, gosta de orar, obediente, esforçada, o que mais?

E agora você? o que Maria tem e que você não tem ainda, mas precisa ter?

Vamos dar uma folha a cada criança para que elas escrevam ou desenhem o que acham sobre esta pergunta que fizemos....

Esta mesma folha se tornará uma oração para que Nossa Senhora nos ajude a conseguir alcançar estas qualidades tão importantes.

E também é muito importante explicar à eles o que é Assunção de Nossa Senhora, aqui tem uma explicação ótima: Assunção de Nossa Senhora

E para ilustrar podemos pintar este desenho dela:

Oremos pelas vocações

Explique também, sobre as vocações pelas quais rezamos hoje. Pessoas que se consagram e dedicam sua vida a oração e a ajuda aos mais necessitados.

É nosso dever orar por elas e pedir que Deus toque mais corações para este chamado!
A Igreja e a comunidade precisam muito deles (as).

Oração

Vamos consagrar nosso coração de criança!



segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Evangelho de Lucas 12,49-53

Missa de 14 de agosto de 2016



20º DOMINGO DO TEMPO COMUM 

VOCAÇÃO PARA A VIDA EM FAMÍLIA 
 DIA DOS PAIS 
INÍCIO DA SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA
                                               
Leituras
Primeira Leitura Jr 38,4-6.8-10
Salmo 39/40
Segunda Leitura  Hb 12,1-4
Evangelho Lc 12,49-53

Mensagem Principal
Esta segunda semana do mês vocacional é dedicada à família. Família é um dos tesouros mais importantes, um patrimônio da humanidade. É um bem para o casal, para os filhos, para a Igreja e para a sociedade. É lugar de realização humana, geração da vida, formadora de valores e a igreja doméstica. Que nossas famílias sejam o ambiente do cultivo do amor, do diálogo, da acolhida, do perdão, da fidelidade e da paz. De maneira especial a todos os pais que, de forma incansável, lutam contra todos os reveses que a vida apresenta, para que levem adiante com coragem e determinação a proteção de sua família. (Fonte: folheto Nova Aliança)

Para ajudar a refletir e entender o evangelho de hoje:

Preparem-se... estamos preparando o alimento espiritual para os preferidos de Jesus: as crianças!


Vocês conhecem esta historinha do amado Padre Léo? Vamos usar esta ideia para o nosso teatrinho: Jesus está escondido na sua família!

Assista com toda a atenção e inspire-se.



Ideia de roteiro para teatro

Personagem A: Eu estou aqui com todas as minhas ideias para o dia dos pais, meus papéis de desenhar, a tesoura, tudo... mas não sei o que eu faço!

Personagem B: Ah vc está sem ideia? eu posso te ajudar... sou muito bom com isso tenho muitos dotes artísticos...

Personagem A: Não é isso, eu já escolhi o que vou fazer para o meu pai... vou fazer uma pipa para a gente soltar junto... ele que me ensinou a fazer... ai vou escrever eu tenho um super pai...

Personagem B: Nossa que ótima ideia, ele vai adorar e vocês vão se divertir muito... você podia me ensinar a fazer uma também, eu não sei fazer pipas!

Personagem A: Claro, eu ensino... tem bastante material aqui... mas não vou conseguir agora... estou muito preocupado... nem sei se devo fazer isso!

Personagem B: Preocupado? Como assim?

Personagem A: Eu briguei com o meu pai hoje de manhã... ele até me colocou de castigo... mas eu fugi...

Personagem B: Fugiu?

Personagem A: É fugi pela janela com as coisas... pensei comigo, se eu chegar com o presente acho que ele me perdoa né...

Personagem B: Claro que não!  vai ficar mais bravo ainda!

Personagem A começa a chorar desesperadamente

Personagem B: Acalme-se... bem que eu ouvi mesmo no evangelho que ia ter briga na família, pai contra filho e filho contra pai...

Personagem A: Jura que você ouviu isso? eu ainda não fui...

Personagem B: Sim, ouvi...o evangelho estava falando das brigas da família...

Personagem A: Nossa parece que foi lá em casa mesmo... foi bem assim, meu pai me mandou fazer a tarefa, disse que eu tava enrolando a minha mãe a semana toda e que iria sentar e me ajudar e tinha que ser agora... beem na hora do meu desenho favorito... não dá né... ai gritei com ele... que não queria a ajuda dele e que ia fazer a hora que eu quisesse!

Personagem B: Nossa, seu pai tem razão de estar bravo... você foi muito mal-criado!

Personagem A: Fui né... ele tá muito bravão, na hora me levou para o meu quarto e me deixou lá de castigo!

Personagem B: E você ainda fugiu... vai piorar as coisas...

Personagem A: Você precisa me ajudar, amigo... como eu vou ficar brigado com o meu pai bem no dia dos pais... meus irmãos todos já fizeram o presente dele que eu vi... e eu aqui... não consigo...

Personagem B: Não consegue porque está com o coração pesado!

Personagem A: Pesado?

Personagem B: É pesado... com toda a birra que fez seu coração ficou pesado cheio de raiva e muita birra... e até fez você ter mais uma ideia má... fugir!

Personagem A: Ai é verdade... e agora?

Catequista chega... estava ouvindo a conversa dos meninos...

Catequista: Personagem A, vi seus pais como loucos te procurando pelo bairro... você fugiu de casa?

Personagem B: Fugiu, tia... fez a maior birra com o Pai... igualzinho o Padre falou pra gente hoje das brigas da família, quando leu o evangelho...

Personagem A: Ai tia, estou desesperado! o que eu fui fazer... sou um filho muito malvado!

Catequista: Acalme-se querido! Vamos, vou contar uma historinha...
Um certo menino, que havia acabado de brigar em casa...

Personagem B: Vixe, acho que era é a sua historia, amigo!

Catequista: Não, não é este é um menino que morava lá em outra cidade... outro estado...

Personagem A: Ufa...pensei que já tava todo mundo sabendo... Conte, tia...

Catequista: Então, ele foi até o padre e disse: Padre, acabei de brigar lá em casa, hoje briguei com meu pai, mas cada dia é um... ontem foi meu irmão... ela pega os meus brinquedos e quebra...
Ah mais não sou só eu que brigo não... minha mãe não pára de brigar com o meu pai e o papai com a vovó... ele diz que ela é uma velha chata!

Então, o padre... contou um segredo ao menino...

Personagem B: Oba, segredo!

Catequista: Ele disse: Vocês tem um hospede especial lá na sua casa...

Personagem A e B: Hospede especial?

Catequista: Ele insistiu... sim, hospede especial e completou... é Jesus!
O menino disse que ele estava errado... que de jeito nenhum Jesus tava lá... imagina no meio daquele brigarada... Mas o padre insistiu... ele está, e está disfarçado...

Personagem A: Olha só... disfarçado...

Catequista: Pois é... ele muito intrigado, voltou para casa e começou a procurar...observava bem cada um... e pensava, quem poderia ser Jesus... Não encontrou... intrigado, resolveu reunir a família e contar a todos...

Jesus está morando aqui... na nossa casa e está disfarçado... o Padre garantiu que é verdade...

Todos ficaram surpresos e também intrigados... quem seria Jesus? com que  disfarce ele estaria? de mãe? de pai? da vovó?

Personagem B: Nossa... que difícil e ai, tia?

Catequista: E ai, que todos começaram a querer descobrir também... e nestas investigações do dia a dia, pensavam... será que Jesus está disfarçado na minha irmã? ai não posso brigar com ela... iiih, será que é a minha sogra? melhor ser gentil...

E foi assim... que a família parou com a brigarada...

Personagem A e B: E afinal quem era Jesus disfarçado?

Catequista: Todos, queridos... Jesus não mora no nosso coração?

Personagem A e B: Sim, mora...

Catequista: Então, quando começaram a realmente ver Jesus em cada um, se amaram mais, tiveram mais paciência e conversaram com mais amor...

Personagem A: Que bonita a historia! E eu continuo lascado...ai, ai...

Catequista: Personagem A, vá para casa... conte ao seus pais esta historinha, diga o que aprendeu... com certeza vão te perdoar!

Personagem A: Ai tia, será?

Catequista: Sim, com certeza...a família é a fonte de amor criada por Deus... ali sempre há amor... mesmo nas situações mais difíceis...Mas temos que ser humildes fazer a nossa parte e não esquecer que a nossa família é um presente de Deus para nós... cada um com o seu jeitinho... vamos fazer um ao outro pessoas melhores... mais de Deus!

Personagem B: Isso amigo, vai lá... mais tarde eu passo lá para aprender a fazer a pipa... não podemos esquecer do presente do nosso herói...

Personagem A: Vou correndo lá... eu vou fazer tudo como a senhora disse... tenho certeza que o amor vai vencer... e vou fazer a minha parte para nunca mais esquecer que Jesus vive na minha família...

Feliz dia dos pais para o seu papai, catequista!
Feliz dia dos pais para todos os papais...
Personagem B, mais a tardinha te espero lá em casa...

Sugestão de Música

Esta musiquinha além de linda é uma oração poderosa, vamos ensinar aos pequenos?






Ideia para trabalhar esse Evangelho

Vamos trabalhar o tema família de um jeito especial. Vamos usar a historinha do Padre Léo?

Ai temos o corpo de Jesus, vamos desenhar a cabeça de cada um dos nossos familiares?

E a direita do desenho vamos escrever ou desenhar o que esta pessoa tem de parecido com Jesus e do lado esquerdo o que tem de diferente e precisa mudar se espelhando em Jesus!

Vamos lá?


Oração

Podemos repetir a musiquinha que jé ensinamos é uma bela oração.