Quem somos?

Minha foto
Somos um Ministério de Evangelização de Crianças da Diocese de São José dos Campos desde 1999. Utilizamos como recurso de evangelização o teatro. Também organizamos formações para evangelizadores e catequistas. Estamos sempre a disposição! Precisando é só mandar um mail para cantinhodanjos@gmail.com Vamos levar nossas crianças para Jesus!!

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Evangelho de Marcos 1, 21-28

Missa de 01 de Fevereiro de 2014


JESUS, A AUTORIDADE QUE SIGNIFICA
SERVIÇO, HUMILDADE E AMOR


Leituras
Primeira Leitura Dt 18,15-20
Salmo 94 / 95
Segunda Leitura 1Cor 7,32-35 
Evangelho Mc 1, 21-28





Mensagem Principal

Unidos e reunidos em torno da mesa da Palavra e da Eucaristia, Jesus nos mostra que sua autoridade significa serviço, humildade e amor, e que seu ensinamento é prática libertadora que gera vida.


Ideia de roteiro para teatro

(De um lado entram Personagens B e C conversando. A Personagem A entra e fala)
Personagem A: Oi todo mundo!
Personagem B: Olá Personagem A, tudo bem?
Personagem A: Tudo está muitíssimo bem! Eu percebi algo no ensinamento de Jesus que me deixou muito feliz!
Personagem C: É mesmo?? O que você percebeu??
Personagem A: Presta muito atenção!! A partir de agora, todos vão ter que me obedecer! Vão fazer tudo que eu quero!! E podem até fazer a minha tarefa da escola!!
Personagem C: Fazer o que você mandar? Tarefa da escola?
Personagem B: Até o padre tem que te obedecer?
Personagem A: Todos!! A partir de agora eu serei a autoridade aqui!!
Personagem B: Autoridade? Personagem C o que é autoridade?
Personagem C: Autoridade significa poder. Assim como os governantes! Entendeu?
Personagem B: Entendi sim!
Personagem C: Mas porque teremos que te obedecer?
Personagem B: Autoridade aqui? Como assim?
Personagem A: Ai Senhor, pelo visto vocês não prestaram atenção direitinho no Evangelho de hoje.
Personagem C: Eu prestei atenção sim!!
Personagem A: Então não estou entendendo o motivo dessas perguntas!
Personagem B: Me explique, não estou entendendo nada!!
Personagem A: Bom, semana passada Jesus nos convidou a nos tornarmos pescadores de homens para Deus, não é?
Personagem C: Isso mesmo!!
Personagem A: E para sermos pescadores de homens precisamos ser igual a Jesus não é?
Personagem B: É verdade! Isso eu sei! Mas o que tem haver tudo isso com a autoridade que você está falando?
Personagem A: No Evangelho de hoje, Jesus mostrou que Ele é um homem com autoridade! Todos obedeciam a Jesus. Até mesmo o espírito mau obedeceu a Jesus. Então estou sendo igual a Jesus e ter autoridade para tudo!
Personagem C: Agora entendi seu pensamento! Olha é com muita alegria que eu te falo que é muito importante esta sua preocupação de ser igual a Jesus! Realmente os discípulos de Jesus devem ter essa preocupação.
Personagem A: Viu só!!!!
Personagem B: Mas então devemos sair mandando em tudo??
Personagem C: Não, não! Por acaso Jesus usou esta autoridade para o próprio bem? Como você falou até de fazer a sua tarefa!!
Personagem B: Não mesmo! Jesus sempre ajudou, curou, ensinou e amou a todos!!
Personagem C: Isso mesmo! Jesus recebe essa autoridade não somente porque é filho de Deus, mas também pelas suas atitudes! Ele nos ensina que devemos ser humilde, nos colocar a serviço de todos com muito amor! Assim seremos respeitados e usados por Deus para sermos pescadores de homens!
Personagem B: E o que é ser humilde?
Personagem C: Ser humilde é ser simples. Olha Jesus... Ele é filho de Deus, é o nosso Rei! Mas nunca se comportou como uma pessoa metida. Pelo contrário, sempre espalhou seu amor por todos! E seu primeiro berço foi uma simples manjedoura no meio dos animais!
Personagem B: Nossa verdade!! Jesus é o maior mesmo!!
Personagem A: Agora entendi! Então não tenho que sair mandando e sim imitando Jesus no amor, na humildade e no serviço!! Não é?
Personagem C: Isso mesmo! Se imitarmos Jesus, seremos verdadeiros discípulos Dele e Pescadores de muitos homens para Deus! Por isso devemos escutar a voz do Senhor e pedir que o Espírito Santo nos mostre o caminho a seguir! Só o Espírito Santo transforma nosso coração e nos ajuda a imitarmos Jesus!


Sugestão de Música



Ideia para trabalhar esse Evangelho


Nesse Evangelho, podemos trabalhar a muito as características de Jesus e como devemos imitá-lo. Traga para esse encontro figuras de Jesus curando, dando comida a quem tem fome, abraçando as pessoas... Vai mostrando as imagens e perguntando para as crianças as características que cada uma vê em Jesus. São essas características que devemos trabalhar em nossos coração!

Partilhe sobre situações em que são difíceis imitar a Jesus... como quando o amigo briga ou quando a mamãe manda você arrumar os brinquedos e você tem que arrumar sozinho porque o amigo não quer te ajudar.... essas situações da vida das crianças em que elas precisam fazer a escolha de imitar Jesus.

É preciso explicar que é tudo isso acontece através da ação do Espírito Santo em nós. É Ele que nos dá força, coragem para, em todos os momentos, imitar a Jesus.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Evangelho de Marcos 1,14-20

Missa de 25 de janeiro de 2015

Sejam pescadores de homens!


Leituras 
Primeira Leitura - Jn 3,1-5.10
Salmo 24, 4ab-5ab-6-7bc.8-9(R.4a. 5a)
Segunda Leitura  1Cor 7, 29-31
Evangelho Mc 1,14-20





Mensagem Principal
Não é mais tempo de esperar. É hora de agir. O Reino é o amor de Deus que provoca a transformação radical da situação injusta que domina os homens. Está próximo: o Reino é dinâmico e está sempre crescendo. Conversão: a ação de Jesus exige mudança radical da orientação de vida. Acreditar na Boa Notícia: é aceitar o que Jesus realiza e empenhar-se com ele. O chamado dos primeiros discípulos é um convite aberto a todos os que ouvem as palavras de Jesus. Simão e André deixam a profissão; Tiago e João deixam a família... Seguir a Jesus implica deixar as seguranças que possam impedir o compromisso com uma ação transformadora.

Ideia de roteiro para teatro
Personagem A: Eu vim aqui com todas as coisas de pesca do meu papai e já resolvi, vou começar a pescaria de discípulos de Jesus agora! Aqui mesmo na igreja!
Personagem B: Ah mais que espertão você é, assim não vale!
Personagem A: E porque não vale? aqui é o melhor lugar todos os meus peixinhos vão querer vir para a minha rede e seguir Jesus! Vou ser o campeão desta pescaria! Jesus vai ficar orgulhoso de mim!
Personagem B: Mas na catequese aprendemos que temos que buscar trazer as pessoas para Jesus nos lugares onde ele ainda não é conhecido, começar de lá!
Personagem A: Tá maluco? até eu contar quem é Jesus os peixes já fugiram todos! Vai me dar muito trabalho, vá você pra lá....nada de roubar minha ideia!
Personagem C: Crianças, porque esta discussão?
-ambos explicam seu ponto de vista...
Personagem C: Fico muito feliz que queiram pescar amigos para Jesus! E ele também, com certeza!
Isso é urgente e muito importante, porque quanto mais a gente pesca, mais pescadores a gente faz!
E sim, a igreja é um bom lugar... nem todo mundo que está aqui já é um peixe pronto para ser pescador de homens... precisam treinar!
Personagem A: Tá vendo, eu estou certo!
Personagem C: Os dois tem boa intenção, por isso estão certos. Mas muito mais importante para ter uma boa pescaria é a preparação para ela. Uma boa rede, a vara, as iscas...e principalmente, que vendo a sua vida, vendo o quanto você é feliz seguindo Jesus as pessoas, os peixinhos, queiram ser amigos de Jesus, entenderam?
Personagem B: Sim, acho melhor a gente ir pescar juntos...e a gente se ajuda, que vc acha?
Personagem A: Ótima ideia! Vamos lá.

Sugestão de Música


Ideia para trabalhar esse Evangelho


Faça os peixinhos e escreva neles características para ser um bom pescador de homens: obediência, amor, oração etc...

Depois coloque no "mar" e vamos a pescaria!



quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Evangelho de João 1, 35-42


Missa de 18 de Janeiro de 2015

JESUS NOS CONVIDA
A SERMOS SEUS TESTEMUNHOS



Leituras
Primeira Leitura 1Sm 3,3b-10.19
Salmo 39 / 40
Segunda Leitura 1Cor 6,13c-15a.17-20 
Evangelho Jo 1,35-42





Mensagem Principal

João Batista, João, André, Simão, Filipe e Natanael descobrem a Jesus. É sempre uma testemunha que aponta Jesus para outra. O que vocês estão procurando? São estas as primeiras palavras de Jesus neste evangelho. Essa pergunta, ele a faz a todos os homens. Nós queremos saber quem é Jesus, e ele nos pergunta sobre o que buscamos na vida.
Os homens que encontraram Jesus começaram a conviver com ele. E no decorrer do tempo vão descobrindo que ele é o Mestre, o Messias, o Filho de Deus. O mesmo acontece conosco: enquanto caminhamos com Cristo, vamos progredindo no conhecimento a respeito dele.
João Batista era apenas testemunha de Jesus, a quem tudo se deve dirigir. João sabia disso; por isso convida seus próprios discípulos para que se dirijam a Jesus. E os dois primeiros vão buscar outros. É desse mesmo modo que nós encontramos a Jesus: porque outra pessoa nos falou dele ou nos comprometeu numa tarefa apostólica.
Jesus sempre reconhece aqueles que o Pai coloca em seu caminho. Ele reconhece Natanael debaixo da figueira e também Simão, escolhido para ser a primeira Pedra da Igreja.
Jesus é o Filho do Homem, a nova ligação entre Deus e os homens.

Ideia de roteiro para teatro

Personagem A entra com um mapa na mão.
Personagem B: Olá personagem A! O que você está fazendo?
Personagem A: Estou com um mapa não mão procurando um lugar! (procurando a casa de Jesus)
Personagem B: Como assim?
Personagem A: No evangelho, quando os discípulos encontraram Jesus queriam ir na casa dele... eu acho até que queriam um lancinho, a Mamãe dele deve fazer bolos maravilhosos, né... afinal é a Mamãe do Céu, deve ter as melhores receitas... e Jesus disse, vem ver... Mas ele não fala onde é...
então vim na igreja... porque tenho certeza que é aqui que Jesus mora, você não acha?
Personagem B: Ah eu sei que Jesus mora aqui, mas num sei bem explicar onde...
Personagem A: Precisamos achar! Ih, para quem podemos perguntar?
(entra personagem C)
Personagem A e B: Olha, lá vem o personagem C. Vamos perguntar para ele! Olá personagem C, por acaso você sabe onde Jesus mora? Queremos ser discípulos dele, morar na casa dele.
Personagem C: Mas para ser discípulo dele não precisamos morar na casa dele.
Personagem A e B: Não?
Personagem C: Não! Jesus nos pede que a gente fique no caminho, buscando mais e mais amigos para conhece-lo e mostrando como ele nos ama...
Personagem A: Que legal, então eu posso continuar morando com a minha mãe e meu pai! Eba!
Personagem B: Ufa, que bom, eu amo muito Jesus, mas acho que ficaria com saudades dos meus pais e do meu cachorrinho!
Personagem C: Sim, Jesus quer que a gente fale para todo mundo do quanto é bom ser amigão dele, a começar pela nossa família... mas temos que ir sempre buscando, até quem nem conhecemos. Esta pessoa pode não conhecer Jesus!
Personagem B: Nossa, que perigo! Vai que ela encontre ele no caminho, num vai nem saber que é ele, muito menos vai querer saber onde ele mora... e nem querer ser amigo dele talvez!
Personagem A: É verdade, temos que correr... Vamos lá!


Sugestão de Música

video


Ideia para trabalhar esse Evangelho


Esse é um encontro muito importante!

É preciso mostrar para as crianças que ao seguimos Jesus, muitas pessoas virão atrás. É sempre alguém que conheceu Jesus e o segue que apontará o próprio Jesus e seu caminho.



Quem descobre Jesus não fica parado. As nossas atitudes pode ou não levar as pessoas para perto de Jesus.
Para trabalhar esta questão, a sugestão é levar gravuras de atitudes que levam para perto de Jesus e atitudes que afastam de Jesus.

Depois da explicação das gravuras, faça a brincadeira "Siga o mestre".

E termine reforçando a importância de seguir Jesus e que o maior e melhor convite é o testemunho! Temos que transbordar o amor de Deus!


segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Evangelho de Marcos 1, 7-11

Missa de 11 de janeiro de 2015

Fonte: www.blog.cancaonova.com/cantinho
FESTA DO BATISMO DO SENHOR
“O QUE BATIZA COM O ESPIRITO SANTO”


Leituras
Primeira Leitura Is 42,1-4.6-7
Salmo 28 / 29
Segunda Leitura At 10,34-38
Evangelho Mc 1,7-11






Mensagem Principal

A Igreja encerra o ciclo litúrgico do Natal com a celebração do Batismo do Senhor. Esta festa ressalta a filiação divina de Jesus e sua missão messiânica. Ele é o Messias prometido pelos séculos e enviado na plenitude do tempo.Cabe a nós acolher a revelação que se deu no Jordão e seguir os passos de Jesus como fizeram os primeiros discípulos
logo após o Batismo.
A Palavra do Senhor, nos coloca em ação, em processo de caminhada rumo ao reino definitivo e aquecer o coração e renovemos em nós o vínculo com o Senhor.


Ideia de roteiro para teatro

Personagem A entra com um binóculo e um saquinho de pipoca.
Personagem B entra com vários enfeites para festa.
Personagem A: Olá personagem B! Nossa quantas coisas legais você está trazendo!
Personagem B: Verdade. Hoje estamos comemorando uma festa muito importante. Então resolvi preparar o ambiente para festejar.
Personagem A: Ah, então você também ficou sabendo?! Mas cadê seu Binóculo e seu saquinho de pipoca?
Personagem B: Mas para quê eu vou precisar de binóculo e saquinho de pipoca?
Personagem A: Para a festa do Batismo de Jesus!!
Personagem B: Personagem A você está viajando! Para esta festa, precisamos de enfeites...
Personagem A: Claro que não...
(Começa uma discussão)
Personagem C: Mas o que está acontecendo aqui?
Personagem B: Nós estamos conversando sobre quem está preparado para a festa de hoje.
Personagem C: Ah, estou entendendo! E quem está?
Personagem A: Claro que sou eu.
Personagem B: Claro que não! Sou eu! Eu que trouxe esses enfeites para preparar a festa do Batismo de Jesus.
Personagem A: Mas não trouxe binóculo para ver o céu abrindo e saquinho de pipoca para alimentar a pomba que vai descer!
Personagem C: Agora estou entendendo! Meus queridos, vou explicar para vocês o que o Evangelho de hoje quer nos ensinar!! Vocês lembrar que, vários domingos do ano passado, conversarmos sobre a importância de sermos iguais a João Batista?
Personagem A: Sim... assim como João Batista anunciou a vinda de Jesus, nós também precisamos anunciar e preparar os corações!!
Personagem B: Lembro também que João Batista disse que ele batizava na água, mas viria alguém que batizaria com o Espirito Santo.
Personagem C: Isso mesmo! Foi neste Evangelho, nesta grande festa, que o anuncio de João Batista se cumpriu! Quando Jesus estava sendo batizado, o céu se rasgou para que dele descesse o Espirito Santo em forma de pomba. Isso são símbolos, são sinais do batismo de Jesus. Então não precisa de binóculo e de saquinho de pipoca.
Personagem B: Tá vendo! Eu que estou certo!!
Personagem C: Mas também não precisamos de enfeites para a festa. Precisamos acolher o Espirito Santo em nossos corações como no nosso batismo. Vocês lembram de como foi seus batismos?
Personagem A: Lembrar eu não lembro, mas eu vi fotos.
Personagem B: Eu também.
Personagem C: Isso mesmo! Assim como Jesus recebeu a pomba do Espirito Santo, nós também recebemos no nosso batismo.
Personagem A: E para que serve o Espirito Santo.
Personagem C: Para vivermos como cristãos, como filhos de Deus e irmãos de Jesus. Personagem B, me empresta uma bexiga. Para que serve a bexiga?
Personagem B: Para enfeitar e brincar.
Personagem C: Ela está cumprindo o seu papel de enfeitar ou brincar?
Personagem A: Não, pois ela está muxa!
Personagem C: Exatamente! Precisamos encher a bexiga!!! (Dá para um Personagem encher.) E agora, a bexiga está cumprindo sua missão?
Personagens A e B: Sim.
Personagem C: Então, nós somos como esta bexiga. Quando a bexiga foi cheia, o ar se movimentou dentro dela e ela cumpriu a sua missão. Nós recebemos o Espirito Santo no nosso batismo. Mas quando não rezamos, não pedimos que Ele se movimente em nosso coração, somos como a bexiga vazia e não vivemos como filhos de Deus e irmãos de Jesus.
Personagem A: Aí fazemos coisas ruins como brigar com os nossos pais e amiguinhos...
Personagem B: Desobedecemos...
Personagem C: Isso mesmo. Mas quando enchemos o nosso coração, o Espirito Santo se movimenta em nós e nos conduz a espalharmos amor, perdão... a viver como filhos de Deus e irmãos de Jesus!
Personagem B: Então quer dizer que enchemos o nosso coração com a Oração e o Espirito Santo começa a se mover em nós?
Personagem A: E assim ficamos parecidos com Jesus?
Personagem C: Isso mesmo, vocês entenderam direitinho! Assim nós ficamos parecidos com Jesus e o levamos a todos que estão ao nosso redor, pois espalhamos o bem que Ele nos ensina a espalhar!! Vamos então rezar e pedir que o Espirito Santo se movimente em nossos corações?
Oração para encerrar.


Sugestão de Música




Ideia para trabalhar esse Evangelho


Importante é contar a história do Batismo de Jesus e ir perguntando sobre o batismo de cada criança, explicando sobre os símbolos e sobre os padrinhos.
Depois explicar sobre o Espirito Santo. Quem é? Por que desceu em Jesus? Quando recebemos o Espírito Santo? Onde Ele mora e o que faz na nossa vida? Ele se mexe em nós através da oração!

A sugestão de dinâmica é confeccionar o Espirito Santo. Então pode ser feito:

Esta é uma pomba com um furo para fazer as asas.
Pode cada criança pintar e desenhar nas asas
antes de fazer o leque.

















Esta pompa pode ser feito com as mãos das crianças.
Pode passar guache e fazer igual carimbo ou desenhar o contorno das mãos
para que cada criança decore a sua pomba. Lembre-se que precisa juntar os dedões.

Este é um modelo bem legal para fazer a pomba de massinha. Se as crianças forem maiores, dá para lançar mão desse recurso. A massinha pode ser comprada ou pode ser confeccionada com farinha.



Esta é uma ideia de pomba de dobradura. As crianças gostam muito desta técnica.

Vinde Espirito Santo!!!